quarta-feira, 26 de março de 2008

Fui!

Silas Lima

Cristão Protestante


“Caramba!”, como é difícil se despedir.
Quando chegamos a um lugar, seja ele uma empresa, uma faculdade, uma comunidade, um condomínio, uma igreja, não imaginamos o quanto vamos nos apegar as pessoas que ali estão, contudo o tempo passa e as primeiras impressões logo vão ao chão, vem o vento e junto com tempo leva pra história os detalhes do inicio. Quanto mais vivemos lado a lado mais nos conhecemos, é lógico, isso é o processo natural, vamos conhecendo os defeitos, o caráter, a índole, entre outros valores que vamos assemelhando aos nossos valores e criando identificações sejam boas ou ruins. Às vezes por dores passadas retraímos certos sentimentos achando que esse é o caminho para abolir as dores, entretanto sempre voltamos a nos acostumar a nos apegar as pessoas, nosso ser anseia por ser ouvido e invariavelmente encontramos pessoas que nos ouvem e é magistral, nos sentimos como um pássaro que voa livremente e sem preocupação confiando em suas asas, também encontramos quem nos quer falar, pessoas que nos acham encantáveis e por isso lançam suas idéias e sentimentos em nossas asas nos mostrando a responsabilidade que por encantarmos a ela sem intenção nós assumimos.

É difícil se despedir, mas só é belo se for difícil, imagine se não houvesse dor, se não marcasse, seria como o objeto que nem percebo em minha escrivaninha, como o canal que nunca assisto em minha TV á cabo ou como a moeda de um centavo despercebida em minha carteira, “tanto faz não fez diferença, foi só mais um que passou".

Fujo disso, quero que doa, e quero curtir essa dor, ela me mostra o quanto você é importante, que foi magistral passar contigo esses instantes.

Graças a Deus!!! Estou chorando.
Nunca vou te esquecer, valeu.


a vida é bela e a idéia é bela.


terça-feira, 25 de março de 2008

Eu ouvi e gostei!


Musica Escolhida por Silas Lima
Superman
Fruto Sagrado


Nessas horas que eu me lembro
Que o sofrimento é um megafone
É Deus pra mim gritando que eu não sou o super-homem
Que eu sou de carne e osso que eu vou passar sufoco
Vou fazer o quê?
Não vou esconder meu choro

Às vezes é mais fácil fingir, eu sei
Fazer de conta que tá tudo bem que tá tudo zen
Disfarçar que não tem nada dando errado
Mas eu não sou o superman

Se não fosse por Você eu jogava a toalha
Tenho visto tanta coisa errada nesta estrada
Muito falso herói se achando o tal
Iludido com aplausos, elogios... com o pedestal
Até eu já vacilei, dei bobeira, viajei

Esqueci que levo tombo como qualquer um
Esqueci que levo tombo, esqueci que sou normal
Alguém aqui é normal?

Eu sou diferente, igual a todo mundo
Sem Você eu não sou ninguém
Eu sou igual a todo mundo
Não existe superman

Eu vou insistir em Te acompanhar
Haja o que houver, acredite quem quiser
Mesmo tropeçando eu tô aprendendo
Tô descobrindo que pra tudo existe um tempo

Por isso eu tô na luta, tô sobrevivendo
São nessas horas que eu me lembro
Que às vezes eu machuco, às vezes me machuco
Explodindo por fora, explodindo por dentro
Mas eu tô aprendendo, tô aprendendo

Agora eu tô sabendo
Que o sofrimento é um megafone
É Deus pra mim gritando que eu não sou super-homem
Que eu sou de carne e osso que eu vou passar sufoco
Agora eu não esquento não vou esconder meu choro
Afinal eu sou um cara comum
Que também leva tombo como qualquer um
Que tropeça, levanta mas não sai da dança
Tropeça, levanta e não sai da dança

Eu sou diferente, igual a todo mundo
Sem Você eu não sou ninguém
Eu sou igual a todo mundo...

Às vezes é mais fácilFazer de conta que tá tudo bem
Mas você sabe que eu não sou o superman

Eu sou diferente, igual a todo mundo
Sem Você eu não sou ninguém
Eu sou igual a todo mundo

Não existe superman








quinta-feira, 20 de março de 2008

A vida que mata


Marcos Brito

Cristão Protestante


Procuramos na vida forças para enfrentar a verdade, mas essa verdade que às vezes nos assombra, é a realidade dessa vida que mata, a vida nos mata, a vida nos destrói os sonhos, basta brincarmos com ela, e não a tratarmos com seriedade e responsabilidade, às vezes dizemos que a ela é dura e fria conosco, mas o porque de estarmos em dificuldade, tenha sido não por culpa de nossa existência, mas do exagero.


A pessoa que está com câncer nos pulmões porque foi fumante há muitos anos, ou o alcoólatra que estragou sua vida e de outras pessoas, ou até mesmo você que é cristão, que representa a Deus, mas joga o seu lixo na rua, e por causa desse lixo às bocas-de-lobo da cidade entopem quando chove, e acaba matando pessoas na rua por afogamento, e vemos que essas coisas poderiam ser evitadas, e somos responsáveis por elas.
Mas, eu ainda insisto, a vida é bela pra quem quer realmente vivê-la, o espetáculo que é o pôr do sol ou o amanhecer, as flores, os pássaros, a natureza que é simplesmente fantástica, a noite que por mais que seja escura e fria consegue inspirar corações apaixonados, e até as coisas mais simples que fazem bastante diferença, todas essas coisas que por nossa negligência acabamos não notando, parece que deixamos escapar nossa face mais sombria, onde só o que vemos é maldade e desgraça, e a única coisa que podemos fazer é destruirmos e tudo ao nosso redor.
Em minhas loucuras e erros do passado, não conseguia ver o valor das coisas, até que um dia vi lágrimas de pessoas que me amavam e me falavam da vida, e todas as vezes que meu sangue caia sobre a terra minhas lágrimas faziam menção de que um dia o vento traria a minha memória o tempo que não voltaria mais, e em muitos casos não adiantaria arrependimento, mas você pode, tem essa capacidade de mudar a sua vida e das pessoas ao seu redor, viva bem e coloque em sua vida valores do reino e você verá a importância da sua vida pra você e pras pessoas que te cercam.
Sabe qual o pior tipo de paralítico, não é aquele que tem as pernas atrofiadas, mas aquele que tem as duas pernas e os dois braços e não consegue enfrentar a vida e nem celebrá-la como ela deveria ser celebrada. Pense nisso e seja melhor pra você mesmo.


Consumatum est

quarta-feira, 19 de março de 2008

A Praia das lembraças

Silas Lima
Cristão Protestante

Era um fim de tarde super agradável o amarelo da luz do sol se misturava com o azul escuro do inicio da noite deixando um belo rastro vermelho no horizonte.


Corria eu sozinho pelo calçadão de uma praia desconhecida, o meu MP4 estava com um Playlist super agradável com musicas que variavam de “Yellow” do ColdPlay e “Além do que os olhos podem ver” do Oficina G3 até “O Preço” do Fruto sagrado e “Elevation” do U2.


A cada pessoa que passava frente ao meu rosto durante minha corrida lembrava-me de algo que já havia passado e especificamente das pessoas que marcaram aqueles instantes, passou um garoto moreno e rindo na minha frente e lembrei-me do Rubinho grande amigo da infância, pouco mais adiante um garoto de traços fortes bem parecidos com uma pessoa do oriente médio fez-me lembrar do Diego outro grande amigo de infância, um gordinho branquinho super simpático fez me lembrar do Wendel, uma menina linda com olhos verdes me faziam recordar da Joyce minha primeira amiga que me lembro desde que possuo razão, depois de varias recordações, acordei, e as lagrimas começaram a preencher meus olhos, daí dei conta do que ocorria, a saudade havia me dominado, não sei se por causa de um momento nostálgico, contudo me senti muito bem, pois como aquela praia o meu coração resguardava um lugarzinho especial para cada um que passou na minha vida e mesmo que a distancia temporal fosse longos anos aquele lugar do qual essas pessoas se apoderam nunca foram apoderados por outras pessoas, pois cada um que chegava a minha vida havia um espaço reservado para eles, pois pessoas que marcam nunca nos esquecemos do contrario, elas sempre tem o espaço delas dentro de nós.

A vida é bela é a idéia é bela.


quinta-feira, 13 de março de 2008

VALORES DA VIDA


Marcos Brito
Cristão Protestante

Um momento de reflexão nos faz aquietar o coração, e parar pra ouvi-lo.
Hoje sobre minha cabeça confusa e transtornada, pensei nessa coisa chamada vida, e os processos loucos que nós seres humanos estamos mergulhando.
Valores estes que estão perdendo os seus sentidos, o amor hoje em dia virou sinônimo de prazer apenas, e não de doação, está todo mundo querendo apenas o seu, nessa era egoísta e indiferente ao clamor do necessitado, só fazemos o bem hoje com segundas intenções, e isso não é o bem, talvez a minha loucura tenha sentido em tentar entender até onde vamos com a nossa maldade, filhos que não respeitam mais os pais, com linguagens obscenas, ou pais que abusam dos seus próprios filhos, e não vou nem falar da nossa justiça, nosso governo, e sem esquecer dos nossos políticos, tenho a impressão de que quanto mais o crime é hediondo, menos justiça se faz, mas talvez se eu apanhasse no supermercado um pote de manteiga, pra matar a fome dos meus filhos já que essa droga de governo não ta nem ai, talvez eu seria preso e apodreceria na cadeia.
Estou farto dessa coisa toda, a vida cada vez está mais ficando rara, um cachorro tem mais valor do que um ser humano, valores distorcidos. Más, as vezes você pode até achar duro viver, e te digo que as coisas se resolvem, não to falando do governo, esse é um caso perdido, mas falo de vidas, de ideais e até dos seus medos e anseios, estamos vivendo tempos muito difíceis, e você pode achar que a vida é uma droga, mas com tudo, ela pode ser bela se você quiser, ela é uma droga pra alguém que não quer lutar por ela, por muitas vezes a tristeza e o peso dos traumas da vida bateram à minha porta tentando me deter, quando achava que não tinha mais soluções ou saída, mas esperei no poço frio e escuro das minhas incertezas, até que a luz do dia me iluminou o meu ser, afinal não pode chover o tempo todo, não sei como, mas as coisas passam, espera só mais um pouco.
Talvez você esteja passando alguma situação que ache não ter solução, mas espera só mais um pouco, e você verá saída, não se desespere, por mais que você ache não ter mais solução espere um pouco mais, a vida dá voltas e ela é como os fenômenos do dia a dia, pois há dias de chuva e de sol, e creia em Deus, segura na sua mão que ele nunca irá te deixar.
Eu sei, é difícil, nos sentimos tão pequenos ante as sombras que nos assolam, e é nessas horas que refletimos sobre a vida, e automaticamente somos confrontados pela nossa consciência, e é nessas horas que o mal vem para o bem, reflita sobre isso, porque isso são valores da vida.



Consumatum Est


terça-feira, 4 de março de 2008

Eu ouvi e é bom! - da semana


Resgate

5:50 am




Abro os olhos sob o mesmo teto, todo dia
Tudo outra vez Acordo, um tapa no relógio
A mente tá vazia,
são Dez pra seis

Hoje a morte do meu ego tá fazendo aniversário
Será que eu vou chegar
Chegar ao fim de mais um calendário
Eu não sei! Eu não sei.....eu não sei...
É tudo sempre igual

Disseram que o Teu amor é novo a cada dia,
eu pensei
Quero ouvir a Tua voz Falar o que eu queria,
são dez pra seis

Se é pra Te servir e então matar aquela velha sede
Se é pra Te seguir e nunca mais cair na mesma rede
Eu vou! Eu vou....eu vou...

Te seguir...